Construção

Commune –se no noroeste Paranaense.

Commune –se no noroeste Paranaense.

Construção, Em Destaque
Vocês vão notar que eu falo muito na primeira pessoa, mas isso em nada tem a ver com uma crença que aquilo que apresento será uma fórmula mágica para a revolução, sim a revolução, a revolução social nos moldes comunistas e muito mais do que marxistas. Nestas primeiras linhas você já tem informações importantes para tomar algumas medidas, você pode parar de ler caso julgue que está tudo muito bom, ou que tem problemas e requer apenas alguns ajustes, você também pode fazê-lo caso se intitule marxista, no entanto não entenda a ampla corrente das esquerdas englobando as mais diversas correntes que reivindiquem esta alcunha ou os anarquistas, ou caso você seja um destes, porem esteja curioso como será o desfecho do seguinte relato poderá seguir lendo. Esta última também é uma opção válida p
Commune-se: Uma terra sem amos…

Commune-se: Uma terra sem amos…

Construção, Em Destaque
Já ouviram a expressão “cobertor de pobre”, pois é, provavelmente já ouviram sim, afinal é uma expressão tão antiga quanto popular, tenho a sensação de viver em um mundo como esse onde tentam nos mostrar que todos cabem no cobertor, no entanto não cabem, acontece que além de não haver espaço suficiente normalmente o cobertor só cobre a cabeça deste imenso corpo deixando sempre os pés descobertos. Não entendeu nada?  Pense da seguinte forma, imaginem que a sociedade moderna é um imenso corpo com setores responsáveis pela circulação de bens e consumo, (bombeamento do sangue), respiração e oxigenação, setor produtivo, e evidentemente cada um desses é muito importante para o funcionamento do organismo, contudo estão todos sob o comando do sistema nervoso que tem centralmente sua principal pa
Projeto Editorial: A semente de um instituto?

Projeto Editorial: A semente de um instituto?

Construção, Em Destaque
1. Introdução: O “Escola dos Communs” tem entre idas e vindas aproximadamente doze anos, período em que alterou seu nome, plataforma e até o formato por diversas vezes, mas nunca o seu propósito central que é a construção de um veículo independente de partidos, sindicatos, governos e patrões capaz de atuar nas bases dos movimentos sociais e políticos de esquerda com a finalidade de informar, analisar e propor políticas de enfrentamento ao “status quo”. Nesse sentido somos iguais mas diferentes ao que existe disponível, somos iguais por termos a firme convicção de que existem revolucionários em vários lugares, somos iguais na medida em que entendemos que as diversas organizações estabelecem suas próprias táticas, ainda assim o objetivo é único, a saber, a construção de uma sociedade livre